Padrasto é preso suspeito de espancar e matar enteado de 1 ano na PB

A companheira do homem e mãe da vítima foi ameaçada pelo autor do crime para que ela não contasse à polícia sobre as agressões

Uma criança de 1 anos e 4 meses foi espancada e morta pelo padrasto, na cidade de Queimadas, no Agreste da Paraíba. O suspeito, identificado como Márcio José Silva Tavares, de 30 anos, foi preso na tarde desta sexta-feira (10). A companheira dele e mãe da vítima foi ameaçada pelo autor do crime para que ela não contasse à polícia sobre as agressões.

De acordo com o G1, o pequeno Davi Lucca tinha pancadas na cabeça quando foi socorrido para o Hospital Geral de Queimadas. Na unidade de saúde, a mulher disse aos médicos que o filho foi atingido por um cabrito na casa onde morava. O legista Carlos Alberto desconfiou da versão ao constatar que o braço do garoto estava estourado.

No dia do crime, segundo relatos da mãe da vítima à polícia, Márcio não aguentou o choro do menino. Impaciente, arremessou Davi ao chão e o chutou. O suspeito foi encaminhado para a Central de Polícia Civil de Campina Grande, onde aguardará pela audiência de custódia.

*Com informações do G1

Administrador

Fonte Segura: Central de Jornalismo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *