Corinthians leva virada e perde para Chapecoense

Chapecoense, enfim, venceu o Corinthians na Arena Condá. Neste domingo, depois de quatro derrotas para o rival em casa, a equipe de Chapecó foi buscar um triunfo de virada, por 2 a 1, com o segundo gol no último lance e uma falha bizarra de Cássio na jogada que originou o primeiro.

O Corinthians abriu o placar logo aos cinco minutos de partida, com Marquinhos Gabriel, que aproveitou rebote de Jandrei após cabeçada à queima-roupa de Roger. No segundo tempo, contudo, a Chapecoense reagiu após ser dominada e foi buscar a virada já nos acréscimos.

O primeiro tento da equipe catarinense veio com o estreante Diego Torres, em cobrança de falta, originada em lance bizarro de Cássio, que se atrapalhou após chutão de Jandrei e pegou a bola fora da área. Já a virada saiu na última bola do duelo, nos acréscimos, com Doffo.

Do lado da Chape, a partida também marcou a estreia do técnico Guto Ferreira, que teve apenas quatro treinamentos para levar o time a campo. Ele substituiu Gilson Kleina, demitido.

Com o resultado, o Corinthians fica com 26 pontos e segue na sétima colocação. Já a Chapecoense foi a 21 e conseguiu deixar a zona de rebaixamento, indo ao 13º lugar e empurrando o Santos para a degola.

Corinthians e Chapecoense agora voltam a se enfrentar na quarta-feira, na mesma Arena Condá, às 21h45, pela Copa do Brasil, na volta das quartas de final – na ida, os paulistas venceram por 1 a 0.

Pelo Campeonato Brasileiro, o próximo compromisso do Corinthians é contra o Grêmio, no sábado seguinte, na Arena, em São Paulo. Já a Chapecoense tem outro rival paulista, o São Paulo, no domingo.

Times voltam a se enfrentar no meio de semana pela Copa do Brasil

Início arrasador do Corinthians

Foram necessários apenas cinco minutos para que o placar fosse aberto na Arena Condá. Superior mesmo longe de seus domínios e com time praticamente todo reserva, o Corinthians saiu na frente com Marquinhos Gabriel, que aproveitou rebote de Jandrei após cabeceio de Roger à queima-roupa.

A Chapecoense até tentou respondeu aos 12 minutos, com Eduardo. O lateral ganhou de Clayson e tentou surpreender Cássio batendo direto, mas mandou para fora. Os donos da casa, aliás, só ameaçaram nesse lance e em um cabeceio de Leandro Pereira, mas também sem grande perigo.

O Corinthians seguiu melhor e podia ter ampliado. Aos 18 minutos, por exemplo, o estreante Angelo Araos fez bela jogada pela direita e cruzou. Clayson e depois Roger, porém, foram travados no chute. Depois, aos 29, novamente o chileno serviu e deixou Clayson na cara de Jandrei, que evitou o gol.

Os visitantes ainda carimbaram a trave da Chape aos 33 minutos, em contra-ataque puxado por Matheus Vital. Ele limpou a marcação, mas acertou o travessão. Na sobra, Roger mandou por cima.

Chapecoense cresce

Se o Corinthians foi dominante no primeiro tempo, a segunda etapa foi completamente diferente. A Chapecoense melhorou e passou a rondar a área adversária como ainda não havia feito. O time de Osmar Loss sofreu para sair com a bola diante da marcação mais alta dos donos da casa.

A equipe de Guto Ferreira, contudo, só conseguiu chegar ao empate em um erro incrível de Cássio. Em chutão de Jandrei para frente, o goleiro do Corinthians se atrapalhou com o quique da bola e acabou a pegando ainda fora da área. Na cobrança da falta, o estreante Diego Torres fez 1 a 1.

Após o gol, a Chapecoense seguiu melhor, mas só conseguiu o segundo no final, com Doffo, que havia entrado na segunda etapa. O Corinthians, por sua vez, não se encontrou mais, e Jandrei passou a ser mero espectador da partida na Arena Condá.

Rafael Thyere disputa bola com Cássio em Chapecoense x Corinthians na Arena Condá pelo Brasileiro

FICHA TÉCNICA

CHAPECOENSE 2 X 1 CORINTHIANS

Local: Arena Condá, em Chapecó (SC)

Data: 12 de agosto de 2018, domingo

Horário: 16 horas (de Brasília)

Árbitro: Grazianni Maciel Rocha (RJ)

Assistentes: João Luiz Coelho (RJ) e Thiago Henrique Farinha (RJ)

Público: 10.070 pessoas

Renda: R$ 324.005,00

Cartões amarelos: Leandro Pereira (Chapecoense); Cássio e Marquinhos Gabriel (Corinthians)

Cartão vermelho: Barreto (reserva da Chapecoense)

Gols: CHAPECOENSE: Diego Torres, aos 24, e Doffo, aos 49 minutos do segundo tempo; CORINTHIANS: Marquinhos Gabriel, aos 5 minutos do primeiro tempo

CHAPECOENSE: Jandrei; Eduardo, Rafael Thyere, Douglas e Bruno Pacheco; Márcio Araújo, Amaral, Victor Andrade (Bruno Silva), Yann Rolim (Doffo) e Diego Torres (Canteros); Leandro Pereira

Técnico: Guto Ferreira

CORINTHIANS: Cássio; Mantuan, Léo Santos, Marllon e Carlos Augusto; Gabriel, Araos, Marquinhos Gabriel (Ralf), Mateus Vital e Clayson (Pedrinho); Roger (Emerson Sheik)

Técnico: Osmar Loss

Administrador

Fonte Segura: Central de Jornalismo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *