Mais de 100 presos fogem de presídio de segurança máxima na Paraíba

Mais de 100 presos fugiram da Penitenciária de Segurança Máxima Romeu Gonçalves Abrantes (PB1) de João Pessoa na madrugada desta segunda-feira, 10. De acordo com a Administração Penitenciária do Estado, as polícias Militar e Civil já recapturaram 33 fugitivos.

A fuga aconteceu após a ação de diversos indivíduos armados com fuzis e explosivos no presídio localizado em Jacarapé, na capital da Paraíba. Os trabalhos para recapturar os detentos seguem em andamento, segundo a nota oficial da Secretaria de Segurança e da Defesa Social.

O secretário de Estado da Administração Penitenciária, o tenente-coronel Sérgio Fonseca de Souza, informou que um inquérito policial já foi instaurado para apurar o caso.

Relembre: detentos fogem de presídio em Bauru

Em junho, foi descoberto um esquema no qual os chefes do Primeiro Comando da Capital (PCC) planejaram um resgate de dentro da Penitenciária II de Presidente Venceslau, presídio de segurança máxima que fica no interior de São Paulo. O plano previa o uso de um caminhão blindado para derrubar o muro da unidade e libertar seis integrantes da cúpula da facção.

Plantão Policial PB com Carlos Paulino

Há 3 horas

OUSADIA: Criminosos estouram acesso ao PB1 e provocam fuga em massa de detentos na Paraíba

Leia: O acesso a uma das alas do Presídio PB1, em João Pessoa, foi estourado por um grupo criminoso na noite deste domingo 09/09. Pelas redes sociais, moradores de comunidades próximas e policiais relatam o estrago. Ainda não há informações sobre o número de foragidos. Áudios e vídeos mostram o som de rajadas de metralhadoras. O portão de acesso à unidade prisional foi totalmente destruído.

Informações preliminares indicam que os alvos da busca dos bandidos foram os os quatro presos suspeitos de participar do ataque ao carro-forte na BR-230, em Cruz do Espírito Santo. De acordo com a polícia, eles integram uma organização criminosa que atua em todo Brasil. A quadrilha presa na cidade de Lucena, na Região Metropolitana de João Pessoa, no mês passado, era procurada nos estados do Paraná e Rio Grande do Norte, além da Paraíba.
Fonte: Notícia Extra

PLANTÃO POLICIAL PB

Administrador

Fonte Segura: Central de Jornalismo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *