Privatização do SUS: Bolsonaro mexeu em vespeiro e poderá unir bolsonaristas aos mortadelas-Por Kleber Moraes

Bolsonaro pode estar cometendo suicídio político ou apenas testando o povo e mais uma vez voltará atrás?

Por Kleber Moraes para o Central de Jornalismo

Bolsonaro pode estar cometendo suicídio político ou apenas testando o povo, e mais uma vez voltará atrás?

Por Kleber Moraes para o Central de Jornalismo

Não é novidade para ninguém que após sua posse a ordem de Bolsonaro é privatizar e vender tudo. Aquele mesmo Bolsonaro que na época da campanha eleitoral apoiava a ideia de que privatizar era um crime contra o país e não era nada ‘patriota’.

Mas, bastou tomar posse para que o já presidente mudasse todo seu discurso, diga-se de passagem que ele assumiu não entender ‘bulhufas’ de economia, jogando todo futuro econômico do Brasil nas mãos do economista e especulador Paulo Guedes.

O Chicago Boy, como era chamado pelo saudoso Paulo Henrique Amorim, não demorou muito para mostrar a que veio.

Começou o desmonte das empresas estatais desde o primeiro dia de seu mandato, vendendo empresas estratégicas brasileiras, como as refinarias da Petrobras e colocando na mira os Correios, Eletrobras, Caixa Econômica e até o bi-centenário Banco do Brasil, que completou 212 anos no último dia 12 de outubro. O mesmo Guedes que esteve há algumas semanas atrás envolvido em um escândalo na operação de venda de uma carteira e crédito pelo Banco do Brasil ao BTG, banco fundado pelo próprio Paulo Guedes, no valor de precisamente, R$2,9 bilhões. E o Banco do Brasil teria vendido esta carteira de quase R$3 bilhões por R$371 milhões. E isso, sem descontar os impostos.


Ou seja, o Banco do Brasil receberá em torno de R$300 milhões apenas, o que irritou o ex-ministro e presidenciável Ciro Gomes, que disparou sua metralhadora verbal “estão roubando de braçadas, isso é roubo, um assalto aos cofres públicos”.

Agora, o Chicago Boy, com autorização do presidente Jair Bolsonaro, põe o seu mais ousado plano de privatização desde que assumiu, o de entregar a iniciativa privada o SUS-Sistema Único de Saúde, tão elogiado em todo o mundo.

Terá Messias Bolsonaro coragem de levar isso à frente ou é só mais uma daquelas cortinas de fumaça que ele sempre volta atrás ou de fato está querendo unir Bolsonaristas e Mortadelas num só movimento contra esse que é o maior crime contra todos os Brasileiros, cometendo assim um suicídio político?

Como já conhecemos o andar dessa carruagem e sabemos que ela tem sempre marcha ré, é melhor aguardarmos um pouco, antes mesmo de lançarmos mão do Art. 196 da Constituição que assegura que “A saúde é direito de todos e dever do Estado, garantido mediante políticas sociais e econômicas que visem à redução do risco de doença e de outros agravos e ao acesso universal e igualitário às ações e serviços para sua promoção, proteção e recuperação”

Longa vida ao SUS!

Administrador

Fonte Segura: Central de Jornalismo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *