Da Série “Acabou a mamata, mas de quem?-Por Kleber Moraes /Central de Jornalismo

Miami, Las Vegas, Fernando de Noronha…As viagens do Senador Flavio Bolsonaro pagas com dinheiro público.

Nessa última à Fernando de Noronha o parlamentar se desculpou dizendo que “houve um equívoco”, mas que soou como as famosas falas dos personagem da Ecolinha do Professor Raimundo, como o Rolando Lero “se colar, colou” e Armando Voltas “somebody love”.

Leia mais>>>>

As missões oficiais de Flávio Bolsonaro

Por O Antagonista
02.11.20
Compartilhado por
Central de Jornalismo

Flávio Bolsonaro, como noticiamos, disse que houve um equívoco e informou que vai devolver ao Senado o dinheiro das passagens para Fernando de Noronha, onde o filho do presidente passa o feriado de hoje. Mas a escolta custou R$ 17,7 mil ao Senado.

No início deste ano, como O Antagonista revelou, Flávio também viajou bancado com dinheiro público para Miami e Las Vegas.

A pauta envolvia encontros com magnatas dos cassinos, o que fez o tour ser encarado como “missão oficial”.

Nesse caso, não se alegou “equívoco” algum. A liberação dos cassinos é mesmo um objetivo do governo Bolsonaro. E nós pagamos o passeio de Flávio.

Administrador

Fonte Segura: Central de Jornalismo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *