Animais em extinção – Gorila da montanha

Gorila-da-montanha

gorila montanha

foto: wikipedia

O gorila-da-montanha é uma espécie ameaçada pela destruição de seus hábitat e pela caça ilegal. Não sobraram mais do que 500 deles, que vivem hoje, por sorte, em parques nacionais na África, que são zonas protegidas.

Os gorilas-das-montanhas são descendentes de primatas encontrados na África e Arábia no começo do Oligoceno (34-24 milhões de anos atrás). O registro fóssil providencia evidência de primatas hominóides encontrados no leste da África entre 18 e 22 milhões de anos atrás. O registro fóssil da área onde os gorilas-das-montanhas é particularmente pobre em fósseis, e sua história evolutiva não está clara.[5] Foi há cerca de 9 milhões de anos que o grupo de primatas que evoluiu para os gorilas se separou do ancestral comum entre humanos e chimpanzés; foi então que o gênero Gorilla surgiu. Não é certo qual foi o parente primitivo do gorila, mas é possível que tenha sido Proconsul africanus.[6] Gorilas-das-montanhas se isolaram dos gorilas-das-planícies-orientais há cerca de 400000 anos, e eses dois táxons se separaram dos gorilas-do-ocidente há cerca de 2 milhões de anos.[7] Há considerável e não resolvido debate acerca da classificação dos gorilas-das-montanhas. O gênero primeiramente foi referenciado como Troglodytes em 1847, mas foi renomeado para Gorilla em 1852. Foi em 1967 que Colin Groves propos que todos os gorilas eram de uma única espécie, Gorilla gorilla, com três subespécies: Gorilla gorilla gorillaGorilla gorilla graueri e Gorilla gorilla beringei. Em 2003, após revisão, eles foram divididos em duas espécies (Gorilla gorilla e Gorilla beringei) pela IUCN.[5]

Administrador

Fonte Segura: Central de Jornalismo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *