Operação no Rio com 3.900 homens tem tiroteio, via fechada e presos

Complexo é considerado um dos principais esconderijos de quadrilhas de roubo de carga na Região Metropolitana do Rio

Operação realizada nesta terça-feira (27) pelas Forças Armadas, em parceria com a Polícia Militar, em comunidades do Lins de Vasconcelos, na Zona Norte do Rio, registrou tiroteios, teve via fechada e nove pessoas presas até as 10h da manhã.

Os policiais civis cumprem mandados de prisão e os policiais militares fazem bloqueios para evitar a fuga de criminosos. Participam da ação 3.900 homens, sendo 3.400 militares, 150 policiais civis e 350 policiais civis, com o apoio de blindados, aeronaves e equipamentos de engenharia.

Como conta o G1, polícias da Coordenadoria de Recursos Especiais (Core) entraram na comunidade na madrugada desta terça. Houve confronto com criminosos e troca de tiros. O Exército cercou a comunidade por volta das 6h da manhã. Desde então, não foram registrados mais tiroteios.

Ainda de acordo com a publicação, a Autoestrada Grajaú-Jacarepaguá foi fechada nos dois sentidos.

O complexo de favelas é considerado um dos principais esconderijos de quadrilhas de roubo de carga na Região Metropolitana do Rio, mesmo tendo uma Unidade de Polícia Pacificadora instalada no local desde dezembro de 2013.

Administrador

Fonte Segura: Central de Jornalismo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *