EUA ampliam sanções contra a Venezuela

A Venezuela sofre uma grave crise política depois do Supremo Tribunal do país ter decidido restringir o poder do legislativo em março de 2017

EUA ampliam sanções contra a Venezuela
Trata-se do ministro de Estado para a Nova Fronteira da Paz, Gerardo Izquierrdo Torres, o Governador do Estado Aragua, Rodolfo Clemente Marco Torres, o ex-governador do estado de Bolívar, Francisco José Rangel Gomez, e Fabio Enrique Zavarse Pabon, comandante da Guarda Bolivariana na capital venezuelana.

“Por suas contínuas ações, os quatro oficiais do governo designados hoje abandonaram a missão republicana e profissional da instituição militar, que, de acordo com a Constituição da Venezuela em 1999, deve ser realizada sem orientação política… e em caso algum a serviço de qualquer pessoa ou partidarismo político”, explica a nota do Tesouro dos EUA. Todos os quatro são ou já foram oficiais militares de alto escalão.

Rodolfo Torres também atua como diretor externo no conselho de administração da Petroleos de Venezuela e serviu como ministro da Economia e de Finanças da Venezuela, além de ter sido presidente do Banco da Venezuela e ministro da Alimentação.

A Venezuela sofre uma grave crise política depois do Supremo Tribunal do país ter decidido restringir o poder do legislativo em março de 2017. A medida resultou em protestos liderados pela oposição, que foram alimentados pelas eleições da Assembleia Nacional Constituinte, iniciada pelo presidente Nicolás Maduro com a intenção de reescrever a constituição

 

Com informações do Sputnik News.

Administrador

Fonte Segura: Central de Jornalismo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *