Resultado é “totalmente imprevisível”, diz ex-STJ sobre julgamento de HC de Lula

No dia em que o Supremo Tribunal Federal julga o pedido de habeas corpus preventivo do ex-presidente Lula, há a expectativa quanto ao concessão do benefício ou sua recusa, o que poderia levar a uma prisão do petista na próxima semana, segundo análises.

Em entrevista exclusiva ao Jornal da Manhã, o ex-ministro do Superior Tribunal de Justiça Gilson Dipp afirmou que “tudo pode acontecer” e que o resultado desta quinta-feira (22) é “totalmente imprevisível”.

“Primeiro pelas divergências internas da Corte, não só divergências de conteúdo legal e constitucional, como da própria circunstância em que o habeas corpus vai ser pautado. Certamente o ministro relator já tem seu voto pronto, já conversou com a presidente da Corte e ela, face às pressões, aceitou votar hoje”, disse.

Para o ex-STJ, o HC ainda pode ser negado por outras questões, o que mostraria tendências futuras em julgamentos de ações constitucionais.

“Uma forma de conceder ou não o HC a Lula era o tribunal conhecer parcialmente o habeas corpus e, concedendo a Lula ou não concedendo, mas até o julgamento final das ações de constitucionalidade. É saída previsível que possa ocorrer, mas não sei se vai. Tudo pode acontecer, mesmo em Corte Suprema”, finalizou.

Confira a entrevista completa com o ex-ministro do STJ Gilson Dipp:

*Fonte: Jovem Pan.

Administrador

Fonte Segura: Central de Jornalismo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *