Pesquisas dão como certos 188 delegados para Biden e 77 para Trump. Vencedor precisa de ao menos 270

Levantamentos favorecem Biden que vence em 323 de 325 pesquisas

Joe Biden foi vice-presidente durante o governo de Barack Obama

Por PODER360
Compartilhado Por
Central de Jornalismo
03.nov.2020

Os Estados Unidos chegaram a esta 3ª feira (3.nov.2020), dia oficial da eleição, já com 100 milhões de votos antecipados, o equivalente a 73% do total de 2016.

Mais de 10 milhões já votaram no decisivo Estado da Flórida (400 mil a mais que em 2016). Três outros Estados (Texas, Washington e Montana) tiveram mais votos antecipados do que o total das eleições anteriores.

Receba a newsletter do Poder360

As eleições nos EUA são decididas no Colégio Eleitoral. Vence o candidato que chegar a 270 dos 538 delegados. Com exceção de Maine e Nebraska, quem ganha no voto popular num Estado leva todos os delegados para sua conta –sistema conhecido como “winner-takes-all“, ou o “vencedor leva tudo”, em tradução livre.

As pesquisas de intenção de votos indicam 188 delegados como certos para o candidato democrata à Presidência, Joe Biden. O candidato à reeleição, o republicano Donald Trump, tem 77. O número de indefinidos está, majoritariamente, em Estados que em geral (mas nem sempre) votam a favor do Partido Republicano.

Há indefinição em 11 Estados, dentre eles Texas (38 votos), Flórida (29 votos), Ohio (18 votos), Geórgia (16 votos), Carolina do Norte (15 votos) e Iowa (6 votos). Há 10 Estados com maior probabilidade de vitória de Biden. Em outros 7, é mais provável dar Trump.

BIDEN LIDERA PESQUISAS
São 325 resultados registrados pelo site FivethirtyEight no último mês. Trump aparece numericamente à frente em 2 deles (com empate na margem de erro). Biden tem mais de 3 pontos percentuais de vantagem em 95% das pesquisas.

Não é descartada, no entanto, a repetição de cenário de 2016. Na ocasião, Hillary Clinton chegou ao dia da votação com vantagem nas pesquisas e acabou vencendo no voto popular, mas perdendo no Colégio Eleitoral.

Administrador

Fonte Segura: Central de Jornalismo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *