Cheiro de renúncia na Praça dos Três Poderes-Por Laurez Cerqueira

Central de Jornalismo
Por Laurez Cerqueira
18 de abril de 2021

Jair Bolsonaro diz que está com problema de saúde, decorrente da tal facada que levou no início da campanha, em 2018, e que terá que se submeter à quinta cirurgia. Será isso verdade ou mais uma mentira?

Ele disse isso no mesmo dia em que foi anunciada a instalação da CPI do Genocídio;

da determinação da ministra Cármem Lúcia, do STF, ao presidente da Câmara, Arthur Lira, para que em cinco dias responda qual o motivo do não acolhimento dos pedidos de impeatchment de Jair Bolsonaro;

e da decisão do STF que torna Moro suspeito, anula todos os processos contra o ex-presidente Lula e devolve a ele os direitos políticos para que possa se candidatar à presidência da República.

Jair Bolsonaro sentiu o cerco se fechar e se aproximar muito da zona de descarte. A CPI em, no máximo, dois meses desconstrói o governo e o “mito” Bolsonaro. Ele sabe disso.

A renúncia preserva os direitos políticos dele, o habilita para concorrer à presidência da República e a cargos eletivos que lhe proporcionem imunidade parlamentar como, por exemplo, a senador ou a deputado federal.

Isso seria o último recurso para evitar a imediata cassação e a prisão, caso os delitos levem a sentenças extremas.

Administrador

Fonte Segura: Central de Jornalismo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *