Presidente do partido de Mourão morre vítima de Covid-19- Por Kleber Moraes

Central de Jornalismo
Por Kleber Moraes
24 de abril de 2021-02:20hs

Confirmada a morte de Levy Fidelix, presidente do PRTB, que garantiu que Hamilton Mourão fosse o candidato a vice-presidente na chapa de Bolsonaro em 2018.

Levy Fidelix é mais uma das quase 400 mil vítimas dessa pandemia no Brasil.

Leia mais na CNN >>>

Levy Fidelix morre aos 69 anos em São Paulo
O político estava internado em um hospital particular na capital paulista

Da CNN, em São Paulo
24 de abril de 2021 às 02:19

O político Levy Fidelix morreu na noite desta sexta-feira (23), em São Paulo. Ele estava internado desde março em um hospital particular na capital paulista.

A informação foi divulgada pelo perfil oficial do político no Twitter. “É com profunda dor e pesar que o PRTB, por sua diretoria, comunica o falecimento do nosso Líder’, diz a nota publicada.

José Levy Fidelix foi o fundador do PRTB (Partido Renovador Trabalhista Brasileiro) e presidia o partido até o momento de sua morte. Ele deixa a esposa e uma filha.

Formado em Comunicação Social pela Universidade Federal Fluminense (UFF), Levy Fidelix teve uma carreira no jornalismo antes de partir para a política. Ele escreveu para os jornais Correio da Manhã e Última Hora e foi âncora de um programa sobre informática na TV aberta.

Trajetória

Polêmico, o político ficou conhecido por suas frustrações ao tentar a eleição a cargos públicos. Depois de concorrer em 13 pleitos, ele nunca ganhou uma eleição. A última tentativa aconteceu no ano passado, quando Fidelix concorreu à Prefeitura de São Paulo e teve apenas 11.960 votos, o que representou apenas 0,22% dos votos válidos.

Ele se candidatou à Prefeitura da capital paulista pela primeira vez em 1996, quando apresentou o famoso projeto do Aerotrem, um trem de alta velocidade que seria a solução do problema da mobilidade urbana em São Paulo.

Além da Prefeitura, Levy Fidelix também tentou chegar ao Palácio dos Bandeirantes. Ele concorreu ao governo do estado de São Paulo em 1998 e em 2002. Em 2004, tentou ser vereador em São Paulo, e em 2006 e 2018 tentou o cargo de deputado federal.

O político ganhou projeção nacional depois de participar duas vezes (2010 e 2014) das eleições presidenciais.

Administrador

Fonte Segura: Central de Jornalismo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *