Madrid tem histórias!

O restaurante Sobrinho de Botín está no Guiness Book como o mais antigo do mundo.

Por Laurez Cerqueira
Central de Jornalismo
08 de maio de 2021

O pintor Goya trabalhou nele, como garçom.

O escritor Ernest Hemingway, quando morou em Madrid, foi frequentador assíduo desse restaurante. Tinha até uma mesa num canto, reservada pra ele.

Fiz questão de fazer uma foto à mesa. Essa que está publicada entre as demais.

Muitas anotações para os livros, Hemingway fez à essa mesa. O restaurante está citado no livro dele, O Sol Também se Levanta.

Toda a estrutura original foi preservada.

A história resumida é a seguinte: por volta de 1620, o cozinheiro francês Jean Botin chegou em Madrid a fim de trabalhar para algum nobre.
A corte espanhola havia se estabelecido na capital há pouco tempo.

Em 1725, o sobrinho de Jean Botin, Candido Remis, abriu uma pequena pousada com restaurante na Calle Cuchilleros, com um cardápio simples, típico da época, mas com uma qualidade que varou séculos. O cardápio é o mesmo até hoje.

O famoso prato, que o faz tão famoso, e que atraiu pessoas como Hemingway e outros, é o Cochinillo Assado.
Esse da foto.

Então, quando for dar uma banda em Madrid, vale a pena saborear o prato e a história do restaurante Sobrinho de Botín.
Mas faça uma reserva com antecedência.

Administrador

Fonte Segura: Central de Jornalismo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *