Guedes com 65% de desaprovação é um fiasco e está levando a economia ao abismo-Por Kleber Moraes

Que Paulo Guedes é ruim de serviço todos os especialistas em economia já sabem.

Por Kleber Moraes
Central de Jornalismo
11 maio de 2021

Agora a maioria do povo brasileiro também já percebe que ele fracassou totalmente, sem falar que andou praticando algumas privatizações ‘às escuras’, como a venda da refinaria Landulpho Alves na Bahia, que foi entregue sem licitação aos Árabes por um terço do seu valor de mercado, cerca de US$1,65 bilhão.

O ‘Chicago Boy’ como era chamado pelo jornalista Paulo Henrique Amorim, chega no meio do terceiro ano de mandato de Bolsonaro sem nenhum planejamento econômico, de geração de empregos e rendas para o país, nada, a não ser o foco em vender todas as empresas estatais brasileiras, passar a régua para beneficiar seus aliados do mercado financeiro…o negócio dessa raposa é “vender o Brasil”

Leia mais no Brasil 247

XP/Ipespe: 65% defendem intervenção do Estado para retomar a economia

Maior parte da população não acredita que a política neoliberal de Paulo Guedes retomará o crescimento econômico do país

11 de maio de 2021, 16:03 h
Paulo Guedes
Paulo Guedes (Foto: REUTERS/Adriano Machado)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247
247 – Pesquisa XP/Ipespe divulgada nesta terça-feira (11) mostra que a política neoliberal do ministro da Economia, Paulo Guedes, não tem apoio da maior parte dos brasileiros.

Para 65% dos pesquisados, o caminho para retomar a economia é “mudar a política com mais investimentos do governo para o Brasil voltar a crescer”. Ou seja, mais da metade da população defende a intervenção do Estado na economia como meio para alavancá-la após a grave crise desencadeada pela pandemia.

Para 25%, o caminho é “manter a política econômica atual com as reformas” e buscar “maior participação das empresas privadas para retomar o crescimento”. 10% disse não saber ou não quis responder.

A margem de erro do levantamento é de 3.2 pontos percentuais para mais ou para menos.

Administrador

Fonte Segura: Central de Jornalismo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *