Quem é a famosa Pfizer? -Por Grace Maya

Por Grace Maya
Central de Jornalismo
14 de junho de 2021

Gente, eu não posso terminar o ano sem dedicar um post inteiro a protagonista mor da quarentena: a Pfizer!

No tema de conspirações, que começamos a especular semana passada, a indústria farmacêutica é uma das vilãs mais famosas. Ao meu ver, com um pouco de bom senso, dá para entender que uma pessoa que vende remédio quer o povo é doente mesmo,né! Ou seja, eles não vendem a cura, eles vendem o remédio, se curar, curou, se não curar, só sei que foi assim, e outra, já sabemos que quem vende cura é a igreja! Resumindo, esse povo que gosta de gente doente, e que vive disso, não pode ser legal nunca! Tem que ficar ligado!

Nesse sentido, realmente dá medo tomar algo vindo deles, não só a vacina, qualquer coisa, eu tenho medo de tomar qualquer remédio, desde uma aspirina a uma pílula anticoncepcional, um antigripal, um antiinflamatório, tudo dá medo, mas a gente toma, né, eu evito, mas acabo tomando, detesto, mas eu acabo tomando, é assim, cremos que a ciência resolve o assunto melhor ou mais rápido, a ciência, outra vilã da semana passada, nos salva né, então é assim…

Mas te pergunto, como é que nasceu esse tema de conspirar contra a vacina? Poxa, taí um remédio que não devia ter malícia, resolveu muita coisa, como é que a vacina virou objeto de especulação no nível master?

Eu sou da época do Zé Gotinha, aquele boneco gigante, que deveria ser a representação de uma gota gigante, mas parecia um fantasma. Que eu lembre, ele era divertido e ajudava as crianças a tomar a vacina. E eram várias doses, que precisavam ser reforçadas ao longo dos anos, e ninguém ficava com cara de suspeita, perguntando pra quê tomar isso se precisa tomar de novo? Ninguém perguntava qual a porcentagem de eficácia da A, da B, da C, e a F, o que fazemos com ela? Ninguém fazia isso!

Não ser vacinado nem era uma possibilidade que se discutia, tinha que apresentar o cartão de vacina com os carimbos na escola, e mais, ninguém queria filho com sarampo, catapora, e nem falar em meningite e poliomielite! Eu sou da época que vacina era tipo um remédio igual a qualquer um, ninguém ficava especulando se a vacina ia dar certo e ninguém jogava com a sorte do filho ter uma paralisia infantil ou não, ninguém jogava na sorte nesse nível de hoje, que jogam os dados pra ver se o filho vai morrer ou não, hoje a galera tá muito doidona mesmo!

E ainda ficam achando estranho, quando alguém, tipo um milionário que não tem nada pra fazer, resolve dar sua cota de boa ação ao planeta e resolve não deixar nenhuma criança ficar aleijada por falta de uma vacina, que ninguém nem lembra mais para que serve, porque ninguém mais fica sem andar por falta de vacina. Aí,vira todo um bafafá da vacina do Bill Gates, não digo que ele é santo, mas sinceramente é too much essa teoria.

Eu me lembro que quando viajei pra Bolívia necessitava apresentar a vacina sei lá o que, eu fui ao aeroporto e tomei, se não tomasse, não podia entrar no país, então pronto! Tomei, tranquis e viajei!

Eu entendo que dá medo, mas eu não entendo porque o povo tem medo só(!) da vacina, e ninguém tem medo de coca-cola, por exemplo. Não seria muito mais fácil fazer mutações com algo mais popular, como biscoito negresco, ou arroz, feijão, chiclete, açúcar, sei lá, imagino que meter uma nanotecnologia na vacina é uma ideia meio, infantil, naive! Tipo… por que não na água, então? Todo mundo bebe água, a maioria das pessoas não bebe água direto no rio, ou seja, como estratégia, seria muito mais inteligente, e certeiro, porque rico só bebe água de garrafa!

No quesito: proposta de resultado, vejo menos eficiente a ideia de usar a vacina pra manipular a população! Qualquer plano para deixar a raça humana qualquer coisa, já está super conhecido, em estágio avançado em qualquer parte do planeta. Em outras palavras, querer idiotizar, alienar, contaminar, adoecer, infectar, escravizar, dominar, controlar, etc, etc, etc, qualquer coisa nesse sentido já está feito, sem coronavírus, sem vacina, sem nada disso, a igreja e o Estado vêm fazendo isso desde a época que se morria na fogueira se começasse a especular sobre curas mágicas manipulando a natureza.

Esse medo repentino do inimigo que é meio louco, mas endoidar também está na lista, e pior, para cada problema desse, tem um remédio, e se não é Pfizer é a Bayer! Ha! é até uma piada os nomes tão parecidos, quando a matrix esparra na piada, perdemos o rumo do que estávamos falando! Nam, então…falando de Pfizer e vacinas…o que estávamos falando?

Ah, lembrei! Outro tema é dizer que foi muito rápida! Oh poovo louco, se é lento, dizem que deveria ter sido mais rápido com a tecnologia que temos hoje, se é rápido, dizem que é suspeita, porque foi rápida! Nem sabem desde quando se estuda isso, existem miles de laboratórios no mundo estudando miles de coisas que não temos a mais mínima ideia, e o povo fica questionando desde quando se estuda isso, como se lessem revistas científicas todo domingo, como se soubessem algo de biologia, de testes de laboratórios, de contratos, nam, preguiça que dá dessa gente, depois ficam tudo louco querendo a vacina de todo jeito, porque tá atrasada, e tal,o presidente nem sabe como desobedecer bem, tem hora que o povo dele quer a vacina, tem hora que povo dele não quer a vacina com medo de virar jacaré! Gente do céu, imagina os alunos do futuro distante lendo isso sobre nós! Ai que vergonha!

E ainda tem os que ficam escolhendo o sabor da vacina! Conversa de doido: Ah, essa eu curto mais sabe, a textura, a combinação de hidrogênio e oxigênios são bens legais nessa, e não naquela, que o hexágono dessa fórmula não está muito firme sabe, eu gosto mais quando tem mais oxigênio, dar um ar mais sóbrio…meu deusu…..pára esse mundo que eu quero descer, tá todo mundo doido,or what!

Aí tem a galera cult, que se permite escolher a vacina com base na procedência! E se acham escolhendo bem, tem a galera que quer sabor Rússia e Cuba, essa é cult, mais garantida, mais intelectual, a de Cuba é 100 por cento, fechou!

Aí tem a galera que quer a americana que é mais cool, mais normal. Gente, quem fala isso é ignorante mesmo, vamos falar de procedência! Quem é a Pfizer? Esse era o assunto na verdade! Então vamos falar de Pfizer!

Quem curte o tema, que estou repetindo da semana passada, conspirações, já deve conhecer as tretas famosas dessa galera da Pfizer, eles não são famosos de agora, eles são famosos abusadores da crença na ciência e famosos abusadores do poder de manipulação do marketing e abusadores do desespero e da ignorância alheia.

Pra começar, a Pfizer tem muitas drogas mega famosas, ou blockbusters drugs, ou seja, drogas que vendem mais de 1 bilhão de dólares por ano!Ahammm! Pensa! Aí você pode dizer que eles ajudaram a curar milhões de pessoas né!??? Okay, podemos aceitar temporariamente essa possibilidade, seguimos o tour pelo passado da empresa!

Fundada há quase 200 anos , ela foi a primeira a inventar de produzir, para vender, o tal dos antibióticos! Bom né, antibióticos salvam muitas vidas, então…

Ela tem essa coisa de ser pioneira, creio que a droga mais famosa deles hoje é o tal do Viagra,! Ai meu deusu, aqui podemos derivar o tema para uma questão político filosófica que não tem nada que ver com o que estamos falando, mas vou dizer igual, porque esse assunto é um cambalacho total, vamos jogar lenha na fogueira! O Viagra vem empoderar a perpetuação do patriarcado em seu mode mais perverso:a pedofilia! A pedofilia, prática típica da igreja e do patriarcado em geral, que tem fetish de dominação, era um pouco freada em parte pela natureza, aí vem a pastilhinha azul pra dar o fluxo! Ahh diaxo!! Pois não me digam que vocês acham que os velhos broxas usam a pastilha mágica pra comer suas respectivas esposas velhinhas! Pode até acontecer, mas imagino que os consumidores da dita cuja azul são, na maioria, na maioriiiiia digo, uns sem noção que deviam morrer de ataque cardíaco, já! Nada científico esse parágrafo, especulação minha, confesso! Vamos lá, tem mais…

Muito antes disso, eles foram os primeiros a produzir a Enovid-10, a primeira pílula anticoncepcional do mercado! Ai gente, viu!? Tudo ao contrário do outro parágrafo, a revolução feminista! Hoje tem uma parte das feministas contra a pílula, okay, mas enfim, o que podemos concluir até aqui? Que eles realmente são incríveis, né! Só que não!

Outra droguinha famosa, que eles têm as patas bem metidas, é o Lithium. A história dessa droga é tensa com longas negociações, muitos estudos contraditórios, e tem até um brasileiro famoso no meio, enfim, o tema é polêmico em si mesmo, e é óbvio que, quando o assunto é depressão ou loucura, haja Foucault para dichavar e explicar a treta! Mas só quero dizer que eles também estavam nesse capítulo da história. Eles é que fizeram os últimos resumos e deram o veredito final, o trem funciona para pessoas com essas desordens mentais e tal, e a FDA aprovou. Tudo certo, depois o Curt Cobain fez uma música legal sobre isso, e vai saber se funciona, se existe gente bipolar mesmo, se nun tá é todo mundo louco, e quem é louco nessa bagaça?

Mas não para aí, tem mais!

Outro remedinho famoso é o Zoloft, antidepressivo, essas coisas que nem vendem né!Então, se você não consegue uma receita de Lithium, quem sabe de Zoloft sim? O certo é que eles têm drogas para todos os níveis de aceitação do capitalismo!

Eles também têm o Liptor, para baixar o colesterol. Nam, aqui quando o mix de indústria alimentícia entra no babado fica mais difícil, esse remédio é um best seller, carro chefe, mas deve ajudar também.

Quem ainda não se convenceu que essa galera não tem nada de inocente, temos para juntar aos autos, alguns processos famosos, que a empresa perdeu a causa, por propaganda enganosa, propaganda enganosa de remédio de gente! Muitos desses processos eles já começaram a causa assumindo que estavam errados! Eles sabiam que estavam vendendo remédio errado!

São uns dez processos conhecidos e públicos! Bextra, Gabapentin, Genotropin, Sirolimus, Geodon e Lyrica, esses foram processos famosos onde a Pfizer agiu dolosamente, sabendo que pessoas iam morrer ou sofrerem danos graves com o tratamento.

Eles também têm processos devido à morte de várias pessoas expostas ao amianto em seus ambientes de trabalho, na área de construção. Sabe o amianto? Esse negócio que faz telha, é tipo um sal, se é inalado é tóxico, e o pior é que já foi usado até em talco de bebê, mas foi a Jonhson isso.

Voltamos com Pfizer, que foi descoberta sendo responsável por comerciais que incentivavam os médicos a prescreverem Rapamune a transplantados, oferecendo bonificações extraordinárias se o fizessem, muitos fizeram, e muitos morreram disso! Esses médicos também! Outro povo que gosta de gente doente! Tem uns que são legais, mas são poucos!

Outro processo malígno foi o do “Convexo-Concave”, uma válvula cardíaca com defeito, que eles venderam e mataram 500 pessoas. Eles sabiam que estava com defeito e assumiram publicamente que sabiam, no processo.

Para fechar o currículo, um escândalo bem recente, 1996, aqui eles foram processados por fazerem testes de um medicamento, na Nigéria. A Pfizer teve que pagar alguns milhões à Nigéria, por fazer testes em humanos no país, 11 crianças morreram no meio, uma treta feia, com típica tentativa de falsificar resultados e outras coisas relativas à competição de mercado.

Bueno, bueno, e agora só ouvimos esse nome pra todo lado! Se escuta toda sorte de possiblidades passadas, e se, e se, e se….e se tivéssemos comprado mais, oxente, se nem chegou as que compramos, e o pior, não chegou pra nós e não chegou pra ninguém, nem Argentina, nem Colômbia receberam o que compraram. Eles não vendem por Mercado Livre ou Amazon, a entrega não é muito garantida,digamos! E o pior é que não podemos criticar com uma estrelinha! Mas sabemos de uma coisa, a famigerada vacina do covid da Pfizer foi liberada primeiro, então deveria ter chegado primeiro, é um cálculo simples.

Como foi essa negociação de compra? Esse é o babado! Gente, pensa nas mesas de negociação satânicas que foram esses meses, pensa que essa galera já vinha negociando isso antes, e pensa na tensão estilo Netflix dessa negociação da compra das vacinas.

Então, que confusão danada é essa meu irmão? O presidente doido boicotador de tudo e mais pouco, não quis comprar a vacina antes, a Pfizer ia nos salvar. Tá, gente, pensa, se um gigante, como essa empresa, ficaria a mercê do doido do Bolsonaro, claro que não, essa é uma negociação gigante, tem um monte de gente sentado nessa mesa, e gente que nem tem nada que ver, mas tem, tipo o dono da Amazon, que tem super interesse em deixar esse problema sem solução, tem grana, tem poder, deve estar na mesa, então a conspiração muda a direção, mas tá na mesma festinha.

O que mais me causa náusea é ter a Pfizer como a grande salvadora, sem querer dizer que não seria, se tudo tivesse sido diferente, mas digo ter justamente Lex Luthor ou Darth Vader vindo salvar a galera é estranho, não é que eles vão usar a vacina pra sei lá o que, mas imagino que existem variáveis políticas e nada biológicas nessas negociações.

O que eles estão pedindo em troca? Aqui é segredo dessa negociação! Deve ter muita coisa sendo pedida por debaixo e por cima do pano, o tema da vacina aqui, não é chegar para salvar o povo, é outro, é tudo que está sendo negociado, especulação financeira de uma indústria bilionária com sede nos States.

Aqui na Argentina, dizem que ela se comportou mal e queria mudanças das leis, ou não queria se responsabilizar por nada, não queria cair no mesmo erro da Nigéria, e queriam umas outras coisas, terras, contratos, vai saber, é tudo coisa de gente grande, nunca vamos saber, mas um pouco desse tema deixamos mais acessível, só pra facilitar a vida e não ficar perdendo tempo discutindo com gente que não sabe nada.

Se eu pudesse dar um conselho, eu diria para todos terem uma dieta saudável, de preferência vegetariana com pouca farinha, tomar muita água de filtro de barro, não comer industrializados, fazer exercícios, de preferência yoga, caminhar, dormir bem, e tentar fazer tudo isso sem tomar remédio dessa galera !! E a vacina, acho que é melhor tomar né! Essa doença já mostrou que não gostou de ser chamada de gripezinha! Não apostem tão alto, é um básico do pôquer se você quer ficar na mesa!

Se cuidem e vacinem! E boa semana para vocês!

Grace Maya
Junho 2021
Buenos Aires

Foto: dayse Lima
Veste: Basura fashionart

Administrador

Fonte Segura: Central de Jornalismo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *