O Assassino é cristão-Por Grace Maya

Então gente, os playboy danoninhos da polícia de Brasília me fazem ter de escrever mais um post sobre o tal do “serial killer do DF”, que não vira herói porque é preto e pobre, se fosse branquinho de bochecha vermelha, já tinha gente doida fazendo fã clube.

No país do genocida planetário mega-mor, não seria tão surpreendente. Me lembrei do Leonardo Pareja, que debochava da polícia e fez uma legião de fãs na época.

Ele era menos violento, mas nessa época éramos mais sensíveis à morte, né?! O Lázaro na verdade está mais para o título de sicário, mas ainda não sabemos se os motivos são pessoais ou se ele foi contratado, apesar que facadas em geral é pessoal né, mas vai saber, ele não é do tipo sistemático e por isso dizem que não logram capturá-lo e por isso também parece que essa novela ainda vai desvendar algumas surpresas, tá tudo muito mal contado, pouca informação na imprensa, muito suspeitosa toda essa investigação.

A imprensa sensacionalista esquece seu poder de investigação e inventa coisas ridículas, ao invés de ajudar.
Ninguém gosta de saber que tem um assassino solto em fuga! Será que o agravante de estar fugindo faz com ele seja ainda mais ameaçador que antes? Talvez, mas o certo é que ele sempre esteve em fuga, e a polícia tá comendo na mão do cara já faz tempo. Como o crime era de estupro, os macho não deram muita bola, e deixaram o cara se safar, e agora estão passando vergonha, porque nem seus cachorros, nem seus helicópeteros, nem sua força tarefa treinada, acha o cara no meio do Goiás!

Semana passada toquei no tema dele só para servir de disparador para o tema de porte de armas, mas ao final, foi o tema que mais a galera comentou, e como ele segue em fuga, entendo que ficou faltando dar mais atenção. Fiquei a semana inteira esperando ver se ele ia ser capturado, mas por sorte, ou por azar, segue desaparecido e me dá mais razão ainda para escrever sobre ele. Considerando que evito escrever sobre pessoas em particular, mas sim sobre o que elas representam no imaginário popular, esse cara faz eu voltar no tema da representação maniqueísta que reina e determina o imaginário facista.

Ele dá o resumo dos preconceitos raciais de nosso país decolonialista, dá o resumo dos efeitos colaterais do capitalismo vigente, e é o resumo de uma sociedade hipócrita, vingativa e preconceituosa.

É uma história infeliz, mas ele não é o único, existem miles de foragidos da polícia, mas por algum motivo desconhecido, ele foi parar na calçada da fama e aqui estamos falando dele, como indivíduo. Sim, no capitalismo é o “eu” reina e o individualismo é a regra do jogo, na hora de exigir e na hora de julgar, ele é o único culpado na mente neo-liberal, é mais confortável essa ideia, mas não é verdade, Lázaro é um assassino, mas também é um sintoma.

A primeira coisa que chama atenção é a incapacidade da polícia, com toda tecnologia que existe hoje. Claro, o resto do país não sabe que os salários da PM do DF são bastante altos e que a cidade é violenta, mas não é todo dia que um PM está no meio de um tiroteio. Daí ser uma profissão que chama atenção dos filhinhos de mamãe, que sei lá porque, não conseguem trabalhar em nada, e junta com uma baixa autoestima da galera de Brasília, apesar de serem brancos e classe média, e resolvem então virar PM! Vários amigos do secundário viraram polícia, na época achei muito estranho, mas depois que vi que é difícil mesmo arrumar emprego, até entendo melhor, confesso. Minha relação com a polícia é muito pessoal, como sabem, meu pai é PM, ele tava na ativa na época do faroeste caboclo, no início da cidade,meu pai é cabra da peste, já teria matado esse cara, mas agora os menin, que como minha amiga disse, não foram nem escoteiros, viram polícia, e estão mostrando aí como é o negócio! Eles tão ralando, mesmo! Tenso, tão tendo que trabalhar no meio do mato, sem a mãe fazendo comida, oh sofrência! Ai xente, quase dá pena! Eu tenho uns 5 amigos que viraram polícia, eram uns mala, os mais vagos da época, uns playboys classe média, que ninguém imaginava que iria virar polícia, ninguém imaginava que iam virar nada, eram os mais “sem futuro” da galera, imagino eles atrás desse cara, dá vontade de rir mesmo.
Então, mas o problema não é só esse, o problema é que no meio do teatro cômico trágico que assistimos de camarote, a história fica mais violenta e ridícula! Como se não fosse suficiente o cara ter matado 4 pessoas, eles querem fazer a imagem dele ainda mais mal, porque mal de verdade, na cabeça dessas pessoas não é só quem mata, né!? Esse povo é de boa com quem mata na verdade, se pode matar preto na favela, se pode matar com inaptidão política, se pode matar de fome, se pode matar em nome de deus, matar pode, o que não pode é matar sendo preto e pobre.
A direita que faz arminha dentro da igreja e agora fica chocada com o crime, não fica satisfeita e ainda tem que botar lenha na fogueira da inquisição! Ué, arma é feita pra matar, as armas sempre foram usadas para matar e ninguém está totalmente protegido ! Alguém vai morrer, e nem sempre dá para controlar, os dois lados vão ter baixa, é assim em toda guerra, todo mundo perde, não há vencedores e os dois lados são iguais, não há bem e mal em uma guerra, há apenas interesses individualistas e delírio! Mas ainda é pouco! Eles conseguem piorar!
Então, pra piorar a responsabilidade deles nisso tudo, eles fazem um crente virar satanista! Como vários outros assassinos de nosso país, o assassino é crente,mas nesse caso, eles resolvem que ele deve ser satanista, preto e pobre, eles não querem com arminha, eles não querem se defendendo, eles não querem que exista, pior ainda assassino de branco e empresário, inaceitável! Mas o pior de tudo ainda não é isso,pasmem! O pior de tudo é que fazem um satanista ser o mesmo que um seguidor de religiões afros! Ah pára né! Esse povo não tem vergonha na cara mesmo!
Primeiro, o cara é crente, crente de Jesus mesmo, todo mundo falou que era crente, a esposa confirmou várias vezes isso. O vernáculo usado pela esposa é de crente! Era crente, tá meio desviado dos caminhos, mas é crente! Claro, na prisão a melhor maneira de ficar bem é ser crente! O que tem de criminoso crente na cadeia pra poder ter privilégios da máfia crente todo mundo sabe. Claro! Quem não vira crente na prisão, que atire a primeira pedra! O problema principal é que é uma religião que nega o passado da pessoa, que “joga no vale do esquecimento”, ou seja, zera o jogo, aí só pode dar nisso, imagina, esquecer que já foi um estuprador, só Jesus mesmo! Mas enquanto Jesus não volta, temos que resolver nossos problemas sociais sem milagres,mesmo! Um básico de medidas sociais de prevenção, educação e, no pior dos casos, uma reabilitação feita por profissionais.
Lázaro é um criminoso, estava preso por estupro, não deveria estar solto, já demonstrou não estar habilitado para viver em sociedade, não respeita o corpo alheio, não tem empatia ao sofrimento alheio, um estuprador é doente, mas como a sociedade deixa passar tranquilo crimes contra mulheres, ele fugiu da Papuda! Mas não fugiu por túnel, óbvio,fugiu com ajuda do judiciário, porque deixaram ele sair, aí vai vendo! A igreja colabora, com essa mania de colher gente na prisão, para manipular e recrutar gente para seus serviços escuros, vai juntando tudo. Não digo a igreja da esquina, a igreja que eu falo é a igreja milionária, o negócio igreja, então o problema não é só negar o passado, não reabilita a pessoa, pelo contrário habilita e como resultado vemos hoje o tráfico de armas levantando a bandeira de Israel. A para conseguir o apoio da população, manipulam as pessoas com fake news, e todo aparato que vimos que elegeu o presidente atual. Não estou dizendo que um ou outro se converte, e se salva, sei lá, deve ter alguém que vira esses pastores coachings e se converte mesmo, mas obviamente é raro, em geral são casos, que eu arrisco dizer, a maioria, de desestruturação mental-psico-social, que a religião não pode resolver.
Uma pessoa que nasce em um ambiente de pobreza, sem acesso a um mínimo de saúde, lazer, e principalmente educação, se tiver qualquer dificuldade de lidar com problemas, vai ver no mundo do crime uma forma de resolver, e como o mundo do crime é variado, tem desde políticos a estupradores, e são muito bonitos nos filmes, não faltam exemplos de inspiração, e mais terrível, oferecem Jesus como se fosse aplicativo de ficha limpa em 5 minutos! Ainda não sabemos os motivos do crime, se foi um surto psicótico ou morte por encomenda, mas o certo é que ele não é um serial killer tipo super inteligente, ele está no ambiente dele e tem ajuda!
Agora me diz, quem vai ajudar um cara que matou uma família inteira com muita violência? Tinha ser a galera verde-amarela do agronegócio, esse povo está por trás de toda violência desse governo também, eles são os verdadeiros bandidos, gente de família, que vai a igreja todo domingo, dos bons costumes, da tradição, essa é a máfia brasileira mais tradicional. E a polícia é fraca mesmo do lado dessa gente, eles têm muito dinheiro, muito dinheiro, daí não dá para fazer nada e deve ser por isso que esse cara está tão bem guardado.
Então, de onde vem ficar inventando que o cara fazia ritual satânico! As imagens que dizem ser dele, que está escrito satanás em inglês, veja bem, em inglês! Isso não é detalhe a ser desprezado, esse é um detalhe que mostra o quão forte é o imaginário hollywoodiano nas pessoas comuns. E como se usa esse imaginário para ter apoio da população, para manipular a multidão, que só anda em manada, não tem senso crítico e adora pôr uma cara no inimigo.
Segundo, satanista é coisa de crente, para crer em satanás tem que crer na bíblia como verdade, tem que crer que jeová brigou com o lúcifer e este agora está na aposta de quem leva mais. Não tem gente que crer mais em satanás que crente, e outra meia dúzia de maluquinhos do rock que escrevem satan em inglês, como nas letras de rock. O satanismo em geral aparece como uma prática religiosa extremamente infantilizada e cheia de clichês preconceituosos, racistas e estereotipados, resumindo o comportamento dos satanistas é simplesmente infantil. Esse imaginário pode levar ao empoderamento de pessoas que possuem algum tipo de tendência de baixa autoestima e doenças mentais de raiz psicológica e se cai na cabeça de um assassino, dá caldo mesmo. Mas isso não tem nada que ver com religiões de matriz afro!!! Isso é matriz judeo-cristã! Satanismo não é afro é branco!
Satanismo não faz parte da cosmologia afro, não existe satanás nas religiões afro, não existe,pronto! Eu sei que para um cristão isso é inaceitável, que tudo no mundo do cristão cabe na bíblia e toda história da humanidade pode ser ignorada e só eles têm a verdade, mas enfim, se pensar um pouquinho, pode-se saber que crer no demônio também é inaceitável para milhões de pessoas, eu diria que muitos milhões mesmo! Essas pessoas muitas vezes têm uma ética muito mais sustentável em termos de raça humana, menos violenta seguro, e mesmo que na cabeça do cristão, é de boa que essas pessoas vão queimar no inferno na eternidade, aqui nessa dimensão, vamos combinar, essa é uma crença, e uma crença que gera mais ódio que amor, mais violência que paz, mais morte que vida.
Terceiro, as religiões em geral são cristianizadas, aqui no Brasil o sincretismo religioso é mais forte que em qualquer outro lugar do mundo, então separar as religiões de raiz afro do cristianismo, com o único objetivo de demonizar é uma prática de ignorância e preconceito racial. Então temos A sequência serial killer mais duradoura da história, a mesma religião que matou milhares desde a idade média ao nosso passado colonial, segue matando nos dias de hoje, por meio da incitação ao ódio!
Mesmo o yoga que é uma filosofia, está cristianizada, o simbolismo religioso se mistura e as crenças são as mesmas desde sempre, se mudam os nomes, os rituais, mas são crenças, não deveriam gerar eventos nem de cunho político e muito menos de responsabilidade penal, estamos no futuro e nosso comportamento religioso não acrescentou nada à raça humana, mais que violência e mortes. Não deveria existir nada que justifique um asassinato em nenhuma religião, mas o certo é que é muito mais fácil achar justificativas para executar pessoas em nome de deus nas religiões da tradição judaico cristã.
Então, os religiosos seguem legitimando esse poder, e validado o imaginário maniqueísta de bem contra mal, e no meio dessa conversa, o assassino virou um motivo e justificativa para a polícia invadir e atacarem terreiros, sem respeitar a religião alheia e sem respeitar as leis civis que regem uma invasão de domicílio por parte da polícia, afinal de contas, a propriedade privada é um pilar do capitalismo, mas os capitalistas são os primeiros a instalarem o caos a favor deles, em um país que se diz laico, que deveria garantir a liberdade de culto segundo a constituição. Isso é inaceitável e deveriam responder judicialmente, mas a polícia tem um tribunal particular deles né, então já sabemos que vai ficar por isso mesmo.
O cristianismo foi a jsutificativa para o genocídio da população dos povos originários, junto com isso mataram milhões de africanos, mataram nas cruzadas, mataram na idade média,e agora matam por meio do governo genocida! Quanto mais sangue esse jeová vai pedir para vocês??? Jesus desce da cruz! Basta!
O que evitamos pensar é que apesar de Lázaro hoje ser um ser humano que causa repúdio, devemos ter consciência que ele é produto da sociedade capitalista, é produto do imaginário capitalista e essas mortes são consequência de um sistema penal e carcerário inepto, é resultado do preconceito estrutural, é resultado em último grau, de uma sociedade que não pune com severidade crimes contra as mulheres. Lázaro é um resumo dos sintomas do capitalismo!
Espero que consigam capturá-lo vivo para que ele possa ser julgado e abrir a boca e contar melhor essa história. Nenhuma punição é suficiente para uma sociedade doente.
Ufa, enquanto escrevia esse texto, meu celular foi clonado, por uma galera de uma perfil de Instagram, um perfil falso do Hotel Unique, que está sediando o São Paulo Fashion Week. Como estou abrindo uma loja Vintage de roupas, comecei a seguir essa galera,era um sorteio, só pediram meu celular e disseram que iam me mandar um código!na hora que recibi o código, já vi que era treta, mas nem deu tempo, já desinstalou meu zap, e comecei a receber mensagens de amigas! Falo isso, porque não estou conseguindo terminar o texto de forma mais esperançosa. A única coisa boa dessa história é que como todo mundo sabe como escrevo e falo, ninguém tá caindo na treta, né amores! Mandem o cara tomar no cu por favor, digam que foi eu! Nessa horas, ser sincera garpa, minha personalidade está destruindo o plano do cara! E eu estou fazendo um escândalo! (risadas maléficas! )

Administrador

Fonte Segura: Central de Jornalismo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *