Crônica S/A – Sucesso celestial

Vicente Sa

…Assim que der, ele traz pra vocêO mar azul com que você sonhouNo seu caminhão que desceDo infinito e que abastece o nosso amor…Mar de CopacabanaGilberto GilCaminhar de manhã já virou um vício para mim, tão agradável quanto viajar no mundo dos sonhos. E o bom é que, às vezes, acontecem coisas que me deixam na dúvida se ainda estou sonhando ou já acordado.Semana passada, depois de ouvir algumas vezes Mar de Copacabana, dormi e sonhei com Gil fazendo um show na dita praia. Acordei bem cedo e fui caminhar. Numa curva do caminho, avisto um caminhão e um homem parado ao lado, parecendo não ter nenhuma pressa, como se contemplasse e ouvisse o início do dia que, no meu bairro, nasce ao som dos passarinhos.Já próximo ao homem, notei que sua sombra tinha asas e que seu caminhão flutuava a poucos centímetros do asfalto. Pensei ainda sonhar com a música e lhe perguntei, sem medo, se ele era um anjo.- Sou, sim. Sou aquele que o Gil, compositor porreta, canta na música. Mas como você está me vendo e quer conversar comigo, ponha estes fones de ouvido e, assim, as pessoas que não me veem acharão que você fala ao celular. O Gil, como o Caetano e alguns artistas, nos enxergam e, como você, não temem conversar.Eu sou um anjo baiano e, como bom baiano, gosto de prosear. Você já deve ter notado pelo sotaque!Respondi que sim, mas disse que estranhava ele ser baiano. Achava que os anjos nasciam no céu.- Não é um engano só seu, não! Muita gente, por saber que temos asas, acha que nascemos de ovos, somos chocados num cantinho do paraíso. Mas não. Nós nascemos e vivemos, sofremos – uns mais, outros, menos, – e depois, sabe-se lá porquê, alguns são escolhidos para se tornarem anjos e trabalharem sob as ordens dos arcanjos lá de cima. Aliás, deixe-me dizer, Vicente, meu chefe, o Arcanjo Gabriel, é seu fã, lê suas crônicas todos os domingos e diz pra todo mundo que você botou o nome dele no seu filho em homenagem.Mas nós, os anjos, que ralamos muito e quase não temos tempo para ler crônicas, não acreditamos muito nele, não. Ele é todo cheio de si. E chefe é sempre chefe, mesmo no céu.Sentindo que, se deixasse, ele não parava mais de falar, o interrompi e perguntei por que ele estava parado no meu bairro.- Faltou fé, que é o combustível que usamos. Não a fé de carolas, ou pastores reacionários, mas a fé na vida, a fé que vem do amor e permite enxergar a natureza como nossa mãe. Essa que você ainda tem um pouco e me atraiu para abastecer meu caminhão. Mas sinto que você quer continuar caminhando e eu tenho entregas para fazer. Da próxima vez, falamos mais.Já dentro do veículo, da janela, me disse, rindo:– E, já que você é parceiro da Lucina, diga a ela que a gravação que ela fez de Bom Começo, do Roberto Mendes e Campinam. toca direto lá em cima e nós adoramos. É um sucesso celestial. E, antes que você se atreva a abrir a boca, saiba que eu já trouxe o que você pediu.O caminhão levantou voo sem nenhum ruído e eu ainda fiquei um tempinho observando ele sumir no horizonte antes de reiniciar minha caminhada. E o anjo tinha razão. O que eu pedira era uma história para escrever na Crônica S/A e ele acabara de me dar.Bom Domingo.Vicente SáSegue a letra completa da música/poema do GilMar de CopacabanaJá mandei lhe entregar o marQue você viuQue você pediu pra eu darOutro dia em CopacabanaTalvez leve uma semana pra chegarTalvez entreguem amanhã de manhãManhã bem seda tecida de solLençol de seda douradaEnvolvendo a madrugada toda azulLençol de seda douradaEnvolvendo a madrugada toda azulQuando eu fui encomendar o marO anjo riuMe pediu pra aguardarMuita gente quer CopacabanaTalvez leve uma semana pra chegarAssim que der, ele traz pra vocêO mar azul com que você sonhouNo seu caminhão que desceDo infinito e que abastece o nosso amorDo seu caminhão que desceDo infinito e que abastece o nosso amorSe o anjo não trouxer o marHá mais de milCoisas que ele pode acharTão lindas quanto CopacabanaTalvez tão bacanas que vão lhe agradarSão tantas bijuterias de DeusOs sonhos, todos os desejos seusUm mar azul mais distanteE a estrela mais brilhante lá do céuUm mar azul mais distanteE a estrela mais brilhante lá do céu

Administrador

Fonte Segura: Central de Jornalismo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *