Ações da Embraer disparam na bolsa após rumores de aquisição pela Boeing

Divulgação Embraer

A fusão entre Boeing e Embraer seria uma resposta da companhia norte-americana a Airbus

 

As ações ordinárias da Embraer operavam em alta de 21,28% nesta quinta-feira (21) no índice Ibovespa, na Bolsa de Valores de São Paulo, após o The Wall Street Journal afirmar que a norte-americana Boeing tem interesse em adquirir a fabricante brasileira.

De acordo com o jornal americano, a negociação pode aumentar em US$ 3,7 bilhões o valor de mercado da Embraer, um número que teve um reflexo imediato nos papéis da empresa na bolsa.

A informação sobre a possível venda não foi confirmada nem desmentida pela Embraer nem pela Boeing, que, com a negociação, ganharia força no mercado de aviões para voos regionais, no qual a fabricante brasileira é líder.

As possíveis negociações com a Boeing, no entanto, dependem da aprovação do governo brasileiro, que manteve seu poder de veto nas decisões da empresa quando a privatizou há duas décadas.

A hipótese de uma fusão entre Boeing e Embraer seria uma resposta da companhia norte-americana às notícias divulgadas há dois meses sobre uma possível união entre a Airbus e a canadense Bombardier, quarta maior fabricante de aeronaves do mundo e principal adversária da Embraer no mercado de aviões para voos regionais.

Administrador

Fonte Segura: Central de Jornalismo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *