Nacional do Uruguai se desculpa por torcedores que zombaram de acidente da Chapecoense

O time de futebol uruguaio Nacional pediu desculpas depois que alguns de seus torcedores fizeram gestos zombando do acidente de avião que vitimou jogadores da Chapecoense em 2016 durante o confronto de quarta-feira contra o clube brasileiro na Copa Libertadores.

“Infelizmente muitas mentes doentias canalizam sua irracionalidade em eventos esportivos”, disse o Nacional, que expressou uma “vergonha profunda”.

O clube de Montevidéu disse em uma carta aberta que está empenhado em identificar e banir esses torcedores que viajaram ao Brasil para assistir ao jogo.

A Conmebol, entidade organizadora do futebol sul-americano, disse que seu comitê disciplinar iniciou um inquérito sobre os incidentes ocorridos durante a vitória de 1 x 0 do Nacional, e deu ao time uruguaio até o dia 8 de fevereiro para apresentar sua defesa.

A Chapecoense viajava para disputar a final da Copa Sul-Americana com o Atlético Nacional da Colômbia em novembro de 2016 quando o avião que transportava a equipe colidiu com uma montanha nos arredores de Medellín.

O acidente matou 71 das 77 pessoas a bordo, inclusive todo o elenco da Chapecoense, com exceção de três jogadores.

O clube de Santa Catarina se refez no ano passado e conseguiu chegar às rodadas eliminatórias da Libertadores.

Mas os brasileiros perderam a partida de ida em casa na quarta-feira devido a um gol de Santiago Romero.

O resultado dá aos uruguaios uma ligeira vantagem no jogo da volta da semana que vem em Montevidéu. O vencedor se classificará para a terceira e última rodada eliminatória antes da fase de grupos.

Administrador

Fonte Segura: Central de Jornalismo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *