A bala de prata para Bolsonaro-Por Kleber Moraes

Já está muito claro que o Presidente da República do Brasil apostou na ‘imunidade de rebanho’ mesmo sabendo o número de brasileiros que poderiam morrer nessa aposta nefasta.

Por Kleber Moraes
Central de Jornalismo
29 de maio de 2021

Bastam os depoimentos de Pazuello,Wajgarten e Capitã Cloroquina para que cheguemos claramente a estratégia de Bolsonaro para conter o avanço do CoronaVirus…ele apostou na ‘imunidade de rebanho’.

Alguns senadores integrantes da CPI ainda poderiam ter dúvidas quanto a isso. Porém,após o depoimento do diretor do Butantan, Dimas Covas, apenas os ‘guardiões’ de Bolsonaro na CPI, como o senador Marcos Rogério ainda continuam não aceitando esse fato.

Marcos Rogério que inclusive acabou sendo provocado pelo senador Randolfe Rodrigues, que afirmou “o senhor está querendo um Ministério na esplanada”.

Pois bem, a bala de prata para Bolsonaro já pode ter sido disparada nessa declaração de Dimas Covas, que com certeza será usada com destaque pelo relator da comissão, senador Renan Calheiros.

“O Brasil poderia ter sido primeiro do mundo a vacinar e as ações de Bolsonaro atrasaram as compras de vacinas e entrega de insumos, que poderiam ter evitado pelo menos 80 mil mortes”disse Covas à CPI.

Diante disso, só resta afirmar que Bolsonaro é o grande culpado pelo Brasil ter chegado nessa desgraça, nessa tragédia sanitária que já matou quase meio milhão de Brasileiros.

Administrador

Fonte Segura: Central de Jornalismo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *