Prefeito de Goiânia lança, ao lado do governador Ronaldo Caiado, bilhete único do transporte coletivo

Fonte: Secretaria Municipal de Comunicação (Secom) – Prefeitura de Goiânia

O prefeito Rogério Cruz lançou, ao lado do governador Ronaldo Caiado, o bilhete único, em coletiva de imprensa realizada na tarde desta sexta-feira (1º/04), no Palácio das Esmeraldas. O benefício é o primeiro de uma série de melhorias no transporte coletivo da capital, e passa a valer a partir deste sábado (02/04), por meio do Cartão Fácil. Goiânia é a primeira capital brasileira a implantar um sistema de integração de linhas nesse formato.

Durante evento, também foi anunciado o lançamento de edital para compra de ônibus elétricos, que vão incrementar a frota do Eixo Anhanguera, a partir do segundo semestre deste ano. O documento foi publicado na edição de hoje do Diário Oficial do Estado.

O bilhete único permite até quatro integrações, a partir da primeira utilização, com tarifa única de R$ 4,30, o que reduz custos, tempo de deslocamento em até 50 minutos, além de proporcionar maior liberdade ao usuário para escolher o melhor trajeto. Sem restrição de linhas, o bilhete vale por até duas horas e meia.

Durante entrevista coletiva, Rogério Cruz ressaltou a “modernidade dos sistemas do município, que possibilitam nossa cidade ser a primeira capital no Brasil a implantar a integração entre linhas mediante tarifação única, além da flexibilidade de rotas”. Segundo ele, trata-se do reconhecimento à necessidade dos usuários do transporte público.

“São pessoas que sempre salientaram as dificuldades em sair cedo e demorar tanto para chegar ao destino final. Por isso, nos empenhamos em sanar tais questões do transporte coletivo”, pontuou. O prefeito destacou a parceria com o Estado “que viabiliza, não apenas o congelamento, por três anos, da tarifa, como também futuras ações de flexibilização”.

Ao mencionar o processo de aquisição de ônibus elétricos para o Eixo Anhanguera, Rogério Cruz esclareceu que, por parte da prefeitura, há o projeto de revitalização da Via Anhanguera em fase de finalização. O prefeito destacou, ainda, as melhorias estudadas para o transporte público da capital.

“Além das iniciativas, como o bilhete único, que vai reduzir custos e tempo de deslocamento, já solicitei um estudo para estruturar mapas dos cruzamentos de vias e linhas, como têm nos metrôs. Assim, quando o usuário entrar no ônibus, identifica onde pode descer e trocar de linha”, informou.

O governador Ronaldo Caiado destacou a realização de algo que, até então, parecia inatingível, a reformulação do transporte coletivo da capital. “O tratamento desse tema sempre foi feito de forma fatiada. Agora, com a parceria entre estado e capital, com toda a competência técnica das equipes e diria, até mesmo, ousada, conseguimos trazer ao usuário o que há de mais moderno em sistemas de transporte no mundo”, disse.

Caiado destacou que tal implantação é possível graças à modernidade do sistema implantado na capital, “que permite, por exemplo, o uso da biometria facial, e todos os avanços que proporcionarão condições favoráveis ao cidadão”. Especificamente quanto ao bilhete único, o governador ressaltou a importância de um sistema que “desobriga parte dos 430 mil usuários da rede metropolitana de se deslocar a um terminal”.

Outro ponto destacado por Ronaldo Caiado é o novo conceito de transporte oferecido ao cidadão. “Com essas 02h30, ele pode, por exemplo, pegar um ônibus para fazer suas compras pelo caminho e, dali, ir para sua casa”, pontuou.

O secretário-geral da Governadoria, e presidente da Câmara Deliberativa do Transporte Coletivo (CDTC), Adriano da Rocha Lima, também ressaltou a parceria entre governo estadual e município, “sem a qual, a entrega deste benefício não seria possível”. Segundo ele, cabe ao poder público apresentar medidas que solucionem as questões do transporte coletivo.

Rocha Lima ressaltou o pioneirismo de Goiânia como a primeira capital a implantar “um sistema que traz o que há de mais moderno em cidades europeias”. O presidente da Companhia Metropolitana de Transporte Coletivo (CMTC), Tarcísio Abreu, enfatizou o planejamento. “Chegou a hora de o usuário planejar a sua viagem, reduzir o tempo de deslocamento e o custo”, disse.

Fotos: Jackson Rodrigues e Jucimar Sousa (Secom)

Tarcísio esclareceu que o Cartão Fácil será automaticamente habilitado e, a partir daí, “o usuário poderá escolher seu trajeto de viagem, evitando o transtorno e, consequentemente, a aglomeração nos terminais”, afirmou.

Bilhete Único
A conversão para o Bilhete Único, que é intransferível, será automática, a partir da meia-noite deste sábado (01/04). Quem usa o Cartão Fácil não precisa trocá-lo. No primeiro acesso nos ônibus e terminais, o sistema fará o registro da biometria facial do usuário, o que viabiliza o uso adequado do bilhete.

Neste momento, serão capturadas fotos confrontadas com o cadastro. Assim, se o usuário não for o titular do cartão, o benefício será imediatamente bloqueado por uso irregular. Também não será possível efetuar a venda de crédito de viagens para outro usuário, nem o empréstimo do benefício para terceiros.

Para orientação e esclarecimentos, uma programação foi estruturada para ajudar o usuário na escolha das rotas durante todo o mês de abril, em diferentes terminais, com profissionais da RedeMob. As ações começam neste sábado, das 06h às 14h20, no Terminal Bandeiras, e serão retomadas na segunda-feira (04/04), no Terminal Cruzeiro, no mesmo horário.

Os demais terminais de integração serão contemplados, ao longo do mês, inclusive as estações do Eixo Anhanguera, além de pontos de embarque e desembarque, como o 421, na rodovia GO-040; o 33, na BR-153 (próximo a Mabel); e o 280, na Avenida T-63 (em frente à Petz).

O usuário ganha novas possibilidades e, desde já, pode acessar o aplicativo da RMTC, disponível nos sistemas Android e iOS, bem como o Google Maps. Basta inserir origem e destino desejados para, a partir daí, visualizar e optar pela melhor rota. Vale, neste período de adaptação, fazer simulações para conhecer as rotas disponíveis para cada trajeto.

O Bilhete Único é a primeira das melhorias previstas para o transporte público na capital. Nos próximos meses, o cronograma prevê o lançamento, por exemplo, do Vale Transporte Assinatura, Cartão Família, Bilhetes Um Dia e Uma Semana, Cartão-Pós-Pago, e Bilhete Meia-Tarifa.

Administrador

Fonte Segura: Central de Jornalismo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *