Flávio Dino para Bolsonaro “eu trabalho,não tenho tempo para molecagens”

Por Kleber Moraes
Central de Jornalismo
25 de maio de 2021

O governador do Maranhão, Flávio Dino, como todos sabem é um ex-Juiz que se lançou na vida pública e exerce seu segundo mandato como governador daquele estado. Tendo sido considerado o melhor governador do Brasil por anos seguidos.

Na última sexta-feira, Dino foi agredido por Bolsonaro, quando da visita do presidente ao Maranhão.

Sem nenhuma agenda oficial que justificasse sua ida aquele estado, Bolsonaro mais parecia já estar fazendo campanha visando 2022.

Isolado, despencando nas pesquisas de popularidade, atolado na ‘CPI do Genocídio’ e no centro de vários escândalos, Bolsonaro mais parece o personagem do ‘Coroné Odorico Paraguassu’, da novela Meu Bem Amado-que me perdoe o saudoso ator Paulo Gracindo, falando apenas para alimentar seu público específico, cada dia menor.

Como de costume, usou do linguajar chulo que marca sua passagem pela cadeira de presidente e alimentando aquele público do cercadinho e dos que o acompanham por essas aglomerações desnecessárias, como só lhe restando o confronto, o bufão do Palácio do Planalto disparou contra o Governador Flavio Dino:

‘Quem é o gordinho ditador aqui do Maranhão?’

A resposta veio em tom educado por parte do Governador, porém firme:

‘Bolsonaro anda preocupado com o meu peso, algo bem estranho e dispensável. Tenho ótima saúde física e mental. E estou ocupado com vacinas, pessoas doentes, medidas sociais, coisas sérias. Trabalho muito. Não tenho tempo para molecagens, cercadinhos e passeios com dinheiro público.

Quem fala o que quer ouve o que não não quer, não é mesmo?
Mesmo porque as verdades estão por aí em fatos, números e estatísticas para todos verem!

Administrador

Fonte Segura: Central de Jornalismo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *